segunda-feira, 25 de julho de 2016

"O HOMEM QUE NÃO TINHA NADA"
Era uma vez, um homem que não tinha nada, nem casa, nem roupa, nem comida... nada. Então Deus lhe deu 10 maçãs!
Mas havia uma maçã que era a mais vermelha e mais bonita de todas. E já que Deus havia lhe dado 10 maçãs, o homem resolveu guarda-la para  mais tarde devolver.(mais tarde)
Depois ele dividiu as maçãs em grupos de 3.
 A primeiras 3 ele vendeu para comprar uma casa, pois não tinha onde morar. O segundo grupo de maçãs ele também vendeu e comprou roupas, pois as suas estavam velhas e rasgadas.
As outras 3 ele guardou para comer. Comeu uma,
Comeu a outra e a outra também.
Ficou só aquela maçã mais bonita de todas que ele havia dito que ficaria guardada para dar para Deus.
Mas aquela maçã era tão bonita e o homem pensou em comer, afinal,Deus deve ter muitas maçãs... e ele comeu aquela também!
Agora vamos refletir: Já era errado guardar a maçã para depois devolver para Deus e mais errado foi o homem ter comido aquela maçã.
Quando Deus nos dá é para que a gente O reconheça, isso que significa o Dízimo: Reconhecer Deus como o primeiro em tudo! Ele é o principal em nossa vida, sem Ele aquele homem não teria as maçãs. Dar uma maçã á Deus não é nada perto de tudo aquilo que Ele tem para nos dar. 
O QUE É O DÍZIMO?

O Dízimo é a Décima Parte de tudo o que Deus me dá e eu o devolvo, sendo assim fiel ao Senhor.
“Trazei todos os dízimos à Casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós uma bênção tal, que dela vos advenha maior abastança.”
Malaquias 3.10

O QUE É A OFERTA?
A Oferta é como se fosse um Presente que eu ofereço para ajudar na Obra de Deus. Ela deve sempre ser o melhor que temos.
“Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza,
ou por necessidade;
porque Deus ama ao que dá com alegria.”
2ª Coríntios 9.7
Neste painel as pegadas estavam todas espalhadas e os pares distantes. Depois de explicar o versículo pedi para alguns alunos colarem as pegadas juntas e na mesma direção!

Na aula sobre Amós, falei para as crianças do Jardim que Amós foi chamado por Deus para anunciar a mensagem de Deus para um povo que não queria ouvir a Deus pois estavam no pecado.
Então fiz a seguinte demonstração:

Em um recipiente coloquei água explicando que era como o nosso coração.
Depois disse que pecado é tudo o que desagrada a Deus (em vidrinho de tintura de Iodo, coloquei um rótulo com as palavras: raiva, inveja, desobediência, falatórios, briga, mentira..., 

cada vez que falava uma dessas palavras pingava uma gota da tintura de Iodo na água, até que ela ficou turva:
 


Em seguida expliquei que Deus enviou Seu Filho Jesus, que nasceu, cresceu e morreu na cruz por causa dos nossos pecados. E que hoje se nos arrependermos de verdade o Senhor Jesus nos purifica de todo pecado.
Foi aí que joguei cândida nesta mistura e a água voltou a ficar transparente, assim como nosso coração deve ser: Limpo!!!

segunda-feira, 25 de maio de 2015

OBEDECENDO ÀS AUTORIDADES

Somos diferentes porque obedecemos  

OBEDECENDO ÀS AUTORIDADES

Princípio: Devemos obedecer e respeitar aos nossos pais, professores, líderes, pois eles trabalham junto ao Senhor Jesus para QUE SEJAMOS PESSOAS DE BEM.

Textos: Efésios 6:1 a 3

Texto para decorar: “Filhos, o dever cristão de vocês é obedecer ao seu pai e à sua mãe, pois isso é certo.”( Efésios 6:1)

Alvo: Entender que a obediência agrada ao coração de seus pais e ao coração de Deus. E que a desobediência desagrada a Deus e traz conseqüências nas nossas vidas.

Materiais necessários:

- Revista 2 “SOMOS DIFERENTES PORQUE OBEDECEMOS” pag 30- 31 e 32

- Copia da atividade para cada criança.

-Cartolina, cola, tesoura, lapis de cor.

LOUVOR: Guie as crianças num louvor que fale sobre obediência.

1) QUEBRA-GELO:  FALANDO DE OBEDIÊNCIA

MATERIAL: Tiras de papéis em branco, uma caixa pequena, uma cartolina.

PROCEDIMENTO: Escreva nas tiras de papel os nomes dos participantes da célula, dobre e coloque na caixa, balance a caixa para os nomes se misturarem. Na cartolina escreva a frase: “EU OBEDEÇO AOS MEUS PAIS QUANDO…” Sorteia-se um papel, a frase é repetida e o nome sorteado terá que completar a frase. Por exemplo: “EU OBEDEÇO AOS MEUS PAIS QUANDO…” Faço minhas tarefas domésticas. Faço meus trabalhos da escola. Não brigo com meu irmão. Quando não respondo, etc… Acaba quando todos participantes da célula tiverem sido sorteados.

MORAL: Se é fácil falar, também será fácil fazer, é só participar!

2) HORA DA PALAVRA:

Você sabia que existem pessoas que ajudam ao Senhor Jesus na nossa educação e cuidado espiritual? E devemos obedecer-lhes assim como obedecemos a Deus.  Que pessoas são essas? (deixe as crianças responder)

Mamãe e papai: (Nos alimentam, cuidam da nossa saúde, do nosso estudo e educação e nos protegem de todo mal, também nos guiam nos caminhos de Deus)

Avós: (Eles oram por nós, nos educam, contam historias engraçadas, nos compram coisas, nos mimam, etc.)

Líderes espirituais: (Oram por nós, nos ensinam a Palavra de Deus, nos treinam para sermos parecidos com Jesus)

Professores de escola: (nos estimulam a sermos inteligentes e criativos, nos ensinam uma porção de coisas que não sabemos, e nos preparam para sermos prósperos)

(Eles podem falar muitos outros: irmão mais velho,tios,policiais,etc.)

# Você sabe o que é obediência? Obediência é fazer o que alguém mandar.

O que aconteceria se ninguém obedecesse? O que aconteceria se cada um fizesse o que bem entendesse?

E o que aconteceria na escola, se as crianças nem os professores obedecessem às regras? (permitir respostas)

E na sua casa?  O que aconteceria? (permitir respostas)

O que significa obedecer?

Sem ordem e obediência é impossível viver! Quando cada um faz o que quer, vem a desordem e o caos.

Para que servem as autoridades?

Autoridades são pessoas que colocam limites, põem ordem, nos protegem, nos ajudam a respeitar a outros e a viver em paz. Existem autoridades em nossa casa, na escola, na igreja, no país, entre outros.

Mostre o desenho da pagina 30

EM CASA

Quem são as autoridades em casa?

O que devemos fazer segundo (Efésios 6:1-3) em nosso relacionamento com essas autoridades?

Mostre o desenho da pagina 31

NA ESCOLA

Quem são as autoridades na escola?

Quais devem ser nossas atitudes para com essas autoridades, segundo (Tito 3:1-2)?

Mostre o desenho na pagina 32 (na parte de cima)

NA IGREJA

Quem são as autoridades na igreja?

O que devemos fazer em resposta às orientações dessas autoridades, segundo (Hebreus 13:17)?

Mostre o desenho na pagina 32 (embaixo)

NO PAÍS

Quem são as autoridades no país, no estado e na cidade?

O que devemos fazer com essas autoridades, segundo (Romanos 13:1-2)?

Vejamos em (Romanos 13:1), quem é a autoridade máxima. Com certeza, é Deus! É Ele quem colocou essas autoridades para serem obedecidas! E quando as respeitamos e obedecemos é de fato como se estivéssemos respeitando e obedecendo a Deus!

A obediência faz com que vivamos uma vida em segurança e evita muitas confusões e problemas. Se formos obedientes poderemos desfrutar o melhor desta terra e das bênçãos que Deus quer nos dar.

Vejamos quais as bênçãos vem em decorrência de obedecermos ao Senhor e as autoridades.

(Provérbios 6:20-23) (Guia, proteção…) e (Efésios 6:2-3) (tudo o que fizermos sairá bem e viveremos longos dias na terra)

3- HORA DE CONVERSAR

1)         Porque devemos obedecer às autoridades?

2)         Qual é a promessa que o Senhor faz aos filhos obedientes?

3)         Tem alguma autoridade que você tem dificuldade de obedecer? Por quê?

4)       O que você pode fazer para respeitar e honrar aos seus pais?

4 – VAMOS ORAR

Líder, leve as crianças ao arrependimento e faça uma oração de renuncia à toda forma de rebeldia e desobediência; peça  para que eles repitam com você!

5- ATIVIDADE/BRINCADEIRA

Cartão de agradecimento para os pais ou alguma autoridade. Peça para que as crianças pintem o cartão e depois recortem e preguem numa cartolina e entreguem a autoridade que escolheram.

segunda-feira, 23 de março de 2015

A verdadeira historia da pascoa




Mais sugestões para quem trabalha com Escola Bíblica Dominical
Imagens para você contar a verdadeira história da Páscoa







terça-feira, 17 de março de 2015

visual da Pascoa















Emoticon heart
Versículo sobre a Páscoa! Além de incentivar as crianças a memorizarem, você pode colar em um palito de sorvete e fazer um marcador de páginas. Leia com as crianças o versículo na Bíblia e depois incentive-as a deixar o novo marcador na própria página do versículo. Essa é uma forma de incentiva-las também a trazerem a Bíblia. (Infelizmente muitas crianças só começam a manusear a Bíblia na salade aula somente quando alfabetizadas ou quando já são pré adolescentes). Se as crianças forem bem pequenas, mostre onde está o versículo e peça para colocarem o dedinho indicador em cima do versículo. Nossas crianças aprendem por associação e mesmo não sabendo ler, abrir a Bíblia com elas mesmo que seja rápido, fará com que entendam de imediato que as nossas histórias vem do mais belo e lindo Livro de todos, a Bíblia! Emoticon wink 


Emoticon heVersículo sobre a Páscoa! Além de incentivar as crianças a memorizarem, você pode colar em um palito de sorvete e fazer um marcador de páginas. Leia com as crianças o versículo na Bíblia e depois incentive-as a deixar o novo marcador na própria página do versículo. Essa é uma forma de incentiva-las também a trazerem a Bíblia. (Infelizmente muitas crianças só começam a manusear a Bíblia na salade aula somente quando alfabetizadas ou quando já são pré adolescentes). Se as crianças forem bem pequenas, mostre onde está o versículo e peça para colocarem o dedinho indicador em cima do versículo. Nossas crianças aprendem por associação e mesmo não sabendo ler, abrir a Bíblia com elas mesmo que seja rápido, fará com que entendam de imediato que as nossas histórias vem do mais belo e lindo Livro de todos, a Bíblia! 
Emoticon wink 














quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Bases para ministério com criança frutífero

Textos Bíblicos: II á
 Timóteo 2:15 / Mt: 19:14

I – Visão Ministerial com crianças:

1- Qual sua visão para o ministério com crianças?
2- Como você enxerga?
3- O que você enxerga?
4- Como vejo meu ministério?
5- Como vejo a mim mesmo (a) como ministro (a)?

(texto Bíblico: “mas eu disse: tenho me afadigado sem qualquer propósito, tenho gastado minha força em vão e para nada”.
 Isaías 49:4)

6- Quantos e quais alvos querem atingir?

Você sabia que:

52% de crianças entre sete á 14 anos são vitimas de abuso sexual?
37% têm zero a seis anos
76% das vitimas são meninas e 24% são meninos
O abuso sexual ocorre no seio da família?
33% dos agressores são os pais, 35%
 padrasto, 10% avós, 7,5% tios?OBS: somente no Brasil.

7- O que o mundo perderia se o seu ministério com crianças deixasse de existir?

Visão do ministério com crianças

Textos Bíblicos: II Reis 6:15 á 17

O rei da Síria envia o poderoso exercito para aprisionar
Elizeu, o homem de Deus. O moço que servia o profeta acorda cedo e se espanta com o que vê, o pavor toma conta do jovem que busca socorro com o Senhor. Elizeu procura acalmar o jovem, o profeta estava tranqüilo com a VISÃO oferecida por Deus: Estava cercado por cavalos e carros de fogo enviados pelo Senhor.



As duas visões:

1- HUMANA: Limitada, apavorante, desanimadora (o jovem não consegue VER)
2- DIVINA: Encorajadora, iluminadora, deslumbrante, brilhante, reconfortante.

“Quando agimos sem a visão de Deus
 vivenciamos temores e inseguranças que prejudicam o ministério”.

Para ser ministro de crianças e preciso ter a visão com VIDAS, não somente vidas de crianças, mas tratamos de VIDAS ETERNAS. É preciso ter ousadia espiritual, e agimos com consciência de onde estamos e onde queremos chegar. A obra é do Senhor, somos chamados a sermos cooperadores. Dando o nosso melhor o Senhor fará prosperar o nosso caminho para honra e gloria do seu nome.

Base para serviço com crianças

II - Motivação:

Tempo para
 refletir e orar

1- Por que você quer trabalhar ou esta trabalhando com crianças?
2- Quais são os teus verdadeiros motivos para trabalhar com crianças?
3- Deus te chamou para essa obra?

“A estrutura de um ministério com crianças não se resume apenas a classes de escola bíblica Dominical e um
 Cultinhoinfantil”

Ministério amplo

Ensino Bíblico
Evangelismo infantil
Discipulado
Aconselhamento
Desenvolvimento dos dons
Programas externos
Programas de apoio às famílias (não cristãs)
Intercessão
Encontros, acampamentos
Treinamentos para obreiros

III – Chamado:

1- Sou chamado?
2- Para que sou chamado?

Textos Bíblicos:
 Atos 1:8 / Marcos 16:15 – 18 ( Chamado geral )

O chamado particular para uma tarefa especifica

Romanos 12:4 - 8

O que é diferente de cada cristão é a forma particular como se cumpre seu chamado. No ministério infantil cada obreiro precisa trabalhar segundo seus dons e paixão.
“Todos (os cristãos ) somos M____________de um só C______________em Cristo. Nem todos temos F______________. Teremos diferentes D____________.”
Nossa função como membro de Cristo depende de nossos dons que Deus nos tem dado. Assim descobriremos o chamado particular de Deus para nos.

Enfim, que nós possamos nos arrepender diante de Deus pela nossa omissão, de ficarmos enclausurados dentro de nossas Igrejas, enquanto milhares de crianças precisam do nosso ministério
 ativo.
Fica a pergunta: - O que nos estamos fazendo?
É tempo de pensarmos em nossa posição em meio a essa batalha, não há meio termo precisamos agir nesta missão para qual fomos designados (ler
 Isaías 61).
Que nos passamos ter um coração pastoral, comprometendo – nos em amor por eles, que possamos dar muito mais que apenas uma hora no Domingo.
Que esta seja nossa oração:

- “Senhor como me sinto um grão de areia diante de tanta dor e destruição, se o meu coração desfalece e choro tanto como se fosse minha a dor, imagina o seu coração Pai de amor”. Mas de uma coisa tenho certeza, que maior é o que esta em mim, do que aquele que esta no mundo, te em ti somos mais que vencedores, e que a batalha é do Senhor, minha garantia é a tua palavra, tuas promessas. Usa- me, eis aqui, me envia Senhor, quero ser encontrado (a) como servo (a) fiel ao
 teu chamado, ser vaso de bênçãos em tuas mãos, não para meu deleite e gozo, mas para alcançar e pastorear muitas crianças para o teu reino celeste. Conta comigo Jesus, eu sei que o senhor tem me capacitado. Em teu nome, pela salvação e pastoreio das crianças. Amém!


Fabrício Pereira Correa e Márcia Daniela Lopes Correa

(Resumo extraído do seminário
 GMC e GMJR, congresso nacional de lideres 2007.)


Disse Jesus: Eu o escolhi... Vá e dê frutos.”
(João 15:16 )